sexta-feira, 19 de novembro de 2010

" Me faço de adulta, digo coisas sábias, faço caras sérias, responsáveis, mas a verdade é que eu são tão menina ainda, tão insegura e tenho medo dessas coisas todas do coração. Tive uns dias difíceis, chorei um aceano inteiro, precisava esvaziar. Foi preciso bater com a cabeça na porta um milhão de vezes pra me dar conta que não era a porta que estava no lugar errado, era eu... "

Um comentário:

  1. Amei esse texto e eu me às vezes me encontro no meio desse texto. rs

    ResponderExcluir